O Atestado é para Cuidar do Meu Filho Doente – Não é Para Mim!

Outro dia precisei levar meu filho doente ao médico de emergência. Passados uns dois dias foi a vez da minha filha precisar dos serviços médicos de emergência. Eles estavam com um quadro de virose. Nada parava no estômago deles. Estando desta maneira não poderiam ir para a escola, pois acabariam contaminando outros colegas.

Fui orientada pelo médico que os dois ficassem em casa para terem uma recuperação mais rápida e adequada. Eu então solicitei um atestado em que constasse que eu teria que ficar como acompanhante deles nestes dias, ou seja, são crianças e necessitam dos cuidados da mãe!

Nada mais natural e justo, visto que não temos com quem deixar as crianças quando elas ficam doentes. A escola não aceita para não infectar os outros alunos, os parentes e amigos trabalham, não temos condições de contratar uma babá para tantos dias. A solução mais lógica é que eu que sou a mãe fique com eles em casa. Para isso eu preciso de um atestado de acompanhamento.

Sim, no nosso caso eu preciso de um atestado que justifique para o meu patrão que eu preciso acompanhar meu filho. 

Mas quase todas as vezes em que eu peço isso para os médicos eles fazem cara feia. Eles me olham com cara de desconfiados achando que eu vou pegar o atestado para ficar em casa de boa. Sei lá, a impressão que tenho é que alguns acreditam que eu vou sair do consultório com o meu filho doente e vou direto para o shopping bater perna com o pequeno ardendo em febre. 

Crianças doentes precisam de acompanhamento de um adulto. Precisam de cuidados. A minha vontade é de dizer para o querido médico que recomenda que meu filho doente precisa ficar em casa que ele não pode ficar sozinho. Se eu deixar meu filho sozinho em casa e doente eu vou ser presa! Meu filho pode sofrer um acidente. Ele pode morrer. 

filho doente

Acho que falta mais humanidade com as mães. Falta se colocar no nosso lugar e entender que não gostamos de faltar ao trabalho para ficar em casa com nossos filhos doentinhos. Se faltamos é porque precisamos. Depois que quase perdi minha filha, percebi que o cuidado de uma mãe é o mais poderoso do mundo!

Se uma mãe pede um atestado de acompanhamento é justamente para comprovar para o seu patrão que vai duvidar dela. Ela já tem que se preocupar com a saúde do filho que não está bem, precisa arcar com os olhares tortos dos colegas de trabalho, do patrão que considera um prejuízo quando essa mãe falta e ainda precisa encarar as desconfianças de um profissional da área médica que se mostra resistente em fornecer um atestado.

Já cansei de ficar explicando que tenho direito de acompanhar meus filhos durante tantos dias do ano, que não tenho com quem deixar eles. Já precisei discutir com médico que me disse categórico que Raquel não poderia ir para a escola durante uma semana mas que se negava em fornecer um atestado em que constasse que ela precisava dos meus cuidados.

O mercado de trabalho se mostra muito duro com as mães de crianças pequenas. Estamos cuidando dos nossos filhos para que eles se tornem pessoas melhores.

Sabia que a Meningite é muito Perigosa?

Comentários

Categorizado em: Mamãe Tags:

Deixe um recado